Carta da Editora, Maternidade

Sangrar, parir, reinventar, Verbos femininos diretos

Falar de mulher rende. E como.  E essa é uma conversa eterna como o mundo.  Que bom! 

A revista digital Fala Feminina traz, nesse número, algumas decisões:  teremos  temas fixos como a maternidade e a velhice. Vamos ter outros, ainda estamos em obras.   

Afinal,  ser mulher é uma obra em constante renovação.  Que só termina com o estacionamento total da aeronave, assim como a vida. Realizar esse projeto e vivenciar as dificuldades, que são naturais em tudo que está em movimento, está sendo um desafio maravilhoso.

No dicionário a palavra maravilhoso define o que é lindo mas, também, inexplicável! E há criaturas mais inexplicáveis do que nós, mulheres? E é  esse mistério que nos torna incríveis. 

Essa edição vai  falar exatamente sobre  a maravilha que é parir. Gerar, parir, manter vivo o ser, prepará-lo para o mundo, vê-lo partir. E sentir a dor e a delícia de ser mãe. Teremos editoria fixa sobre esse assunto porque ele é definitivo para a humanidade.

Velhice é outro assunto que terá espaço em todas as edições. Porque, envelhecer não começa aos 40 ou aos 50. Saber chegar bem até o fim da vida precisa de cuidados. A melhor maneira de  ir até o fim é  viver uma vida bem vivida. E a melhor delas é  a que bate em rompantes e solavancos alternados com a quietude. Assim, como o mar. Todos os cremes e as comidas mais saudáveis não reformam um coração que se desconhece. 

As mães aqui narradas falam de suas experiências. Como é ter filho na pandemia ? Um sufoco a mais! Que se soma ao stress de todo o resto: casa, família, roupa (e louça) lavada, comida, arrumação de casa, e mais o trabalho que era feito lá fora. Cansaço total. 

E uma especialista no assunto, que viveu tudo na própria pele, a advogada Denise Fincatto, explica a síndrome de burnout,  transtorno que deixa  as mulheres, muito,  mas muito fora da casinha.

E, quem chegou ao patamar de olhar o horizonte com tudo ( quase) feito nos conta o que é a velhice: Doris Sphor e Rute Milman. A revista falou com as duas ainda em 2018 quando a Fala era um blog. Atualizamos a Fala das duas. Muita coisa se passou nesse tempo. Elas? cada vez melhores e mais vivas e lindas.  Confira!

Sem esquecermos que queremos ler quem nos lê.  Aguardamos seus comentários e sugestões. É só entrar na aba fale com a gente e falar.

Fátima Torri

Leia também

Mais lidos